PRINCIPAL
NOTÍCIAS


Entenda como vão funcionar os colégios cívico-militares
Redação InformePolicial
30.OUTUBRO.2020

Com a notícia da possibilidade de muitas escolas públicas na região se transformarem em colégios cívico-militares, uma grande discussão tomou conta das redes sociais.

Muitos a favor e também uma grande corrente de pessoas contra a novidade.

Ao todo, são 200 escolas tradicionais que devem mudar para o modelo Cívico-Militar.

Saiba mais sobre este modelo:

Quem vai gerir o Colégio Cívico-Militar?

O comando da escola terá três diretores. O diretor-geral será um professor da rede, responsável por cuidar do conteúdo e do material pedagógico. Subordinado ao diretor-geral, haverá um diretor militar, um policial militar, e outros diretores, que também são servidores da rede de Educação.

Qual o papel do militar na Direção?

O representante militar no comando da Escola fica responsável pelas atividades cívico-militares, além da gestão de infraestrutura, segurança e finanças. Assim, os professores ficam liberados para uma dedicação exclusiva à educação.

Como é definido o conteúdo das aulas?

Os educadores têm total autonomia na elaboração das aulas. A SEED irá definir as diretrizes pedagógicas e acompanhar os colégios, sem a interferência de militares. Não haverá mudanças na liberdade de pensamento ou de manifestação nas escolas.

Como fica a qualidade do ensino?

Os alunos terão maior carga horária, com destaque nas aulas de Português e Matemática. Também haverá aulas de Educação Financeira e de Civismo, valorizando a ética, valores morais e de cidadania.

Haverá uniforme especial?

Os alunos dos Colégios Cívico-Militares terão uniformes próprios, que será disponibilizado gratuitamente pelo Governo do Paraná. Haverá um agasalho completo, camisetas e também um uniforme especial para eventos públicos.

Qual o papel das famílias nessa estrutura?

Um dos pilares da Escola Cívico-Militar é a aproximação entre o colégio e a comunidade. Nesse contexto, a integração das famílias é essencial para o processo de ensino e de aprendizagem.

Quais os benefícios dessa convivência entre civis e militares? A presença de militares no dia a dia do colégio vai garantir mais segurança a toda a comunidade escolar. É a oportunidade de promover a cultura da paz por meio da educação.

Como tudo isso impacta na formação dos alunos?

O programa tem como foco a união entre a liberdade, a tolerância e a promoção dos Direitos Humanos. Tudo isso para promover uma formação humana, garantindo aos estudantes a autonomia de aprender, ensinar, pesquisar e exercitar a sua expressão.

Veja Também
 
 
ÚLTIMAS NOTÍCIAS
E-mail: comercial@informepolicial.com - reportagem@informepolicial.com
Nota: As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores.
© Informe Policial 2008 - 2020 - Todos os Direitos Reservados